quinta-feira, 28 de março de 2013

Orestéia



O que depois aconteceu não pude ver
e mesmo que pudesse não diria.

Agamémnon (Trilogia Orestéia) Ésquilo





Orestéia


onde está a mão divina no reino do visível?

o sangue que a mancha é dos simples mortais

ou dos próprios deuses?



os sinais revelam-se aos sentidos

como o olhar define o escuro perante a luz

ou os dedos modelam a forma do vazio

mas só Cassandra desvenda a face da verdadeira morte

a sua visão terrível

das Fúrias vigilantes

da longínqua cidade onde ecoam os heróis perdidos



nos seus braços tomará

como os deuses, a própria servidão



Pedro Saborino



Nenhum comentário:

Postar um comentário