quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Final

Tudo é efémero.
Tudo tem um ponto final.
Ou talvez apenas uma vírgula, num imenso contínuo.
Esta minha passagem pela blogosfera foi uma experiência gratificante. Mais uma. Chegou o momento de lhe pôr fim.
Em nome de outros projectos.
Por vezes há que refazer a intimidade das palavras para criar algo de novo. É o caso.
Ou, para citar a Fiama Hasse Pais Brandão nesse belíssimo poema "Do Outono", poderia dizer:

Sem vento a minha voz secou
aqui, neste parque de cedros quietos.

Tudo é como ontem era, mas a minha
voz,na minha face, calou-se,
porque só o vento me trazia a fala,
vinda de algures, com notícias de alguém,
indo para além, para outros ouvidos, num
país.

Até sempre.

5 comentários:

  1. Amigo Daniel:

    Já andei por aqui a tentar deixar um comentário, mas não consegui. Por duas vezes sumiu.
    Vou ter saudades deste espaço, onde vinha regularmente extasiar-me com a sua poesia ou beber daqueles sentimentos tão humanos que os seus textos espelhavam e nos faziam reflectir.
    Nem comentava, porque ficava sem palavras.

    Felicidades, Amigo, e êxito na sua vida profissional.

    Abraço
    Júlia

    ResponderExcluir
  2. Era um blog muito bom, muito sério, muito sofrido e muito fatal. Acho boa ideia partir para ir brincar às lutas.

    ResponderExcluir
  3. Tudo é efémero.....
    Nem tudo. Especialmente hoje, 13 de Janeiro de 2010.
    A conclusão das provas de doutoramento com a nota máxima, serão sempre mais um marco de quem, com trabalho, rigor, ética e verticalidade, soube percorrer, e nem sempre de forma fácil, os caminhos da ciência e da vida.
    Ao Homem, ao Doutor Daniel de Sousa, o meu público tributo. PARABENS.

    ResponderExcluir
  4. Caríssimo Amigo:

    Ainda, de quando em vez, continuo a passar por aqui, na esperança de ver que o Daniel retomou o seu magnífico diálogo com aqueles (e não eram poucos) que o visitavam. Ainda não aconteceu, mas continuo à espera.
    Agora, deixo ao meu conterrâneo, ao Poeta e ao Prof. Doutor Daniel de Sousa os meus PARABÉNS.

    Um grande abraço
    Júlia

    ResponderExcluir