sexta-feira, 28 de outubro de 2011

O quinto império







E assim, passados os quatro
Tempos do ser que sonhou,
A terra será theatro
Do dia claro, que no atro
Da erma noite começou.

Grecia, Roma, Cristandade,
Europa- os quatro se vão
Para onde vae toda edade.
Quem vem viver a verdade
Que morreu Dom Sebastião?~


Mensagem , Fernando Pessoa


vem sobre nós do tempo antigo a longa memória
o discurso do vento que o horizonte alarga e define
luz e treva no punho da manhã

a tua voz clama da bruma já não o desejado
mas o corpo abrupto
o rumor que do teu sangue flui vasto e urgente
no mar austral da viagem
a navegação do teu rosto
desde o princípio

aqui estamos pois povo infindo
na claridade do novo despertar
somos mais do que o futuro
viajamos além do nosso tempo ‘







Nenhum comentário:

Postar um comentário