terça-feira, 27 de março de 2012

do mal



aqui
desenhamos o círculo da infâmia

atam-nos os braços espíritos da fome

aqui cavalgamos a maldade infinita
por ressequidos desertos
sem amanhecer

dai-nos estes lábios roxos
e o furor do sangue
para que nada nos reste
além da verdadeira morte



Pedro Saborino

Um comentário:

  1. Gosto da fotografia. Retratam os catalães a saudarem o Franco alguns dias após a libertação de Barcelona. Os outros os nacionalistas e anarcas já tinham fugido para França ou para o M+exico com o produto do saque, nomeadamente o poeta alberti que como bom comunista usofruia de uma vida de fausto e libertinagem com os bens roubados aos outros espanhois

    ResponderExcluir